Vai viajar? Entenda como funciona o seguro viagem

Seja qual for a finalidade ou destino da viagem contar com um seguro viagem pode evitar danos ou gastos não programados e transtornos.

Um passageiro em viagem internacional que tenha contratado um seguro viagem e tenha alguma necessidade prevista na cobertura, precisará arcar com as despesas e será reembolsado pela seguradora quando regressar ao país.

Antes de contratar um seguro viagem é importante entender a diferença entre seguro e assistência viagem. Os seguros podem ser comercializados somente pelas sociedades seguradoras autorizadas para essa finalidade pelo órgão regulador do setor que é a Susep. Enquanto as empresas que oferecem os serviços de assistência à viagem não são fiscalizadas e os produtos vendidos não podem ter características de seguro.

A assistência viagem oferece um pacote de serviços que pode ser utilizado sem a necessidade de pagamentos adicionais. Ao contatar a central de atendimento, o cliente é encaminhado ao prestador de serviço mais próximo de sua localização.

O seguro viagem oferece proteção para riscos de morte acidental e invalidez permanente total ou parcial por acidente. Entre as coberturas adicionais estão despesas médicas, hospitalares, odontológicas, diárias por atraso de voo, perda ou roubo de bagagem e danos a malas e outras. Os seguros viagem tradicionais não oferecem cobertura para acidentes decorrentes da prática de esportes de aventura, se a viagem incluir essas atividades, o ideal é contratar um plano específico.

Se o destino for França, Espanha, Itália e Portugal, o Tratado de Schengen estabelece como obrigatoriedade ter um seguro viagem com cobertura mínima de 30 mil euros. O seguro contratado deve cobrir assistência médica por doença ou acidente.

As despesas com doenças preexistentes também não costumam ser pagas pelo seguro viagem, bem como tratamento de doenças epidêmicas, pandêmicas ou endêmicas. Em caso de emergência, somente o primeiro atendimento é coberto pelo seguro. Nas viagens de navio, o atendimento normalmente é feito pelo médico e enfermeiros de plantão a bordo.

Outros riscos comuns excluídos da cobertura são indenizações por bens de uso pessoal, joias, dinheiro, cartões de crédito, cheques de viagem, obras de arte, relíquias de família e documentos. O seguro não ressarce casos em que um segurado com plano empresarial estiver em viagem de lazer ou ao contrário, o segurado com plano individual de turismo em viagem de trabalho.

Leia atentamente o contrato, observando detalhes como itens cobertos pelo seguro e exceções. Fique atento sobre os procedimentos em caso de emergência durante a viagem.

Para encontrar o seguro viagem ideal para seu caso, peça ajuda de um corretor de seguros. A Protecta Seguros está a sua disposição!